Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Final da Libertadores será fora da Argentina

Compartilhe:
decisao

A Conmebol anunciou nesta terça-feira que a segunda partida da final da Copa Libertadores entre River Plate e Boca Juniors será disputada entre os dias 8 ou 9 de dezembro, em horário e local que ainda serão definidos. Além disso, a entidade sul-americana informou que pagará todos os custos de viagem, hospedagem e alimentação para até 40 pessoas de cada delegação. De acordo com a entidade, a partida não será realizada na Argentina após os incidentes em que fanáticos do River atacaram o ônibus que levava a delegação do Boca, e as opções para sediar o jogo são as cidades de Miami, nos Estados Unidos, Doha, no Catar, e Assunção, no Paraguai.

– A presidência em conjunto com a administração da Conmebol tomou a decisão de que a partida seja disputada, será em 8 ou 9 (de dezembro) fora do território argentino. Entendemos que não texistem condições para que esta partida seja disputada na Argentina – disse o presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez.

O presidente da Conmebol foi além e afirmou que o futebol não é violência. Além disso, revelou um pedido feito para os presidentes de River Plate e Boca Juniors, Rodolfo D’Onofrio e Daniel Angelici, respectivamente:

– O futebol não é violência, podemos competir, mas se resolve com gols. Isso foi um pedido pessoal a ambos os presidentes. A intolerância está em muita gente, isso não é normal. Meu pedido aos presidentes é que enviem a mensagem correta, que é uma Enfermidade que se viveu, que isso não é futebol. E sendo os presidentes mais importantes da Argentina, pedi que mandem uma mensagem correta: “respeito e convivência”.

LEIA A CARTA DA CONMEBOL:

conmebol

Matéria publicada na globoesporte.com

Deixe seu comentário: